Inventarei o dia onde contigo

Inventarei o dia onde contigo 
e o Outono corra pelas ruas. 
A luz que pisamos é tão perfeita 
que não pode morrer, como não morre 
o brilho do olhar que te viu despir. 

Eugénio de Andrade, In O Peso da Sombra, 1982 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s