Quando era criança

Quando era criança 
Vivi, sem saber, 
Só para hoje ter 
Aquela lembrança. 

E hoje que sinto 
Aquilo que fui. 
Minha vida flui, 
Feita do que minto. 

Mas nesta prisão, 
Livro único, leio 
O sorriso alheio 
De quem fui então. 

Fernando Pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s