Poema lembrado

Mas se ainda nem me sei perder, 
Como me poderei encontrar?! 
Perdi a esperança no porvir? 
O jeito de me encontrar! 
Sei lá, olhei em volta… 
Acredita, diz-me Ela 
Que é minha Lua 
Como Sol em noite escura. 
Redoma que se abriu 
No gesto doce de um beijo, 
No olhar verde da esperança. 

Gesto sentido, 
Doce carinho, encontro de mãos, 
Retrato a preto e branco 
Que se faz colorido. 

Enlevo de vida, 
Acordar de um sono sonhado 
Que me perdeu, encontrado, 
Na imensidão do Amor. 

Pedro Rodrigues de Miguel

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s