Uma nesga de rio

Uma nesga de rio
outra nesga de azul
num céu azul de algodão.
 
A meio, um arco-íris
tão convicto de bonança
que as árvores apresentam pressurosas
o coreto dos pássaros e a fanfarra das flores.

 

João José Cochofel in “Quatro Andamentos”, 1964

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s